sábado, 29 de novembro de 2008

Sereia - Desenho 69/Devaneio 24



Técnica: Lápis de cor, grafite, acrílica + Photoshop

Este foi feito para o Tntema, sereias.



Sereia

Nunca estive em solo no mundo

Tenho inúmeras vidas a minha volta

Nunca nadei sozinha, mas sigo solitária.

Nunca me viram como eu sou de fato

Não fora do meu mundo.


Mas se um dia eu sair,

tenho medo do que farão de mim

Não sou como imaginam

Não tenho o que desejam

Não sou estranha ou comum.


Um dia eu me aventurei

Por terras que não conhecia

Receberam-me com alegria ou era apenas ironia?

Cai em mãos, rastejei em desejos

Caminhei? Dei passos ilusórios


Fui presa em armadilhas.

Meu ultimo pensamento foi dor

Minha ultima alegria o desconhecido

Minha ultima saudade: meu mar de fantasia.