quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Guerreira - Desenho 65 - Devaneio 20 - E se todas as rosas...


Técnica: Nanquim, Pintura Digital.

Olá a todos, como fim de férias terminei a cor dessa ilustração que é um pouquinho velha, o desenho eu devo ter feito a uns dois anos, por isso não gosto muito do resultado da arte final, proporção e tudo mais. como eu já tinha começado a colorir resolvi terminar pra treinar.
abraços a todos.


e mais um devaneio.

E ainda que todas as rosas nascessem vermelhas

E como se na dor fosse mais bonito vê-las

E se nada fosse um grande vazio

E sem sentido vagássemos por entre as estrelas...

Ou se perdendo como um gato vadio

A procura de algum novelo...

Ainda assim seria dor a vida,

Seria êxtase e desespero

Pois nada é tão certo quanto o incerto

Nada é tão verdade quanto à falta do verdadeiro,

Nada é apenas nada quando tocamos o concreto.

E ainda que todas as rosas crescessem belas

E toda sua vida dependesse delas

E se o vermelho fosse o seu sangue

E as pétalas desabrochassem nas batidas de seu coração

Nada disso seria tua certeza

E nada porém, seria em vão.


Um comentário:

Luiz Pires disse...

Diogo,
a coloração está ótima! Ótima mesmo!
É claro, alguns puristas dirão (e talvez eu seja um deles no momento) "porque os seios dela refletem luz e maçãs do rosto não?", mas está muito bom de qualquer forma.

Tem luz e tem atmosfera. Além disso, as cores não "brigam", não estão estranhas umas às outras..

Sobre o desenho: engraçado que o rosto dela parece de uma negra! Bastante mesmo. E ela é caucasiana e ruiva (ao menos pela coloração).

Outro detalhe que chama atenção são as pernas. A uma desproporção, um exagero, uma brutalidade nas pernas. Tipo, ela pode esmagar e matar qualquer peso com aquelas pernas. Tipo uma dessas lutadoras super-fortes.

Isso não é um erro, é claro, mas soa distoante perto dos braços mais "femininos" e elegantes. Aliás, da cintura para cima está feminino e elegante. E do quadril para baixo está mais robusto e forte. (claro, que isso é uma questão concepção de personagem X execução: tudo depende)

O Cenário esá ótimo também, bastante atmosférico, detalhado e sombrio na medida certa. Talvez seja questão de se perguntar se (e como) o desenho da personagem não devesse seguir o mesmo tratamento. Ou aumentar ainda mais o contraste, de repente... (ou nada e está bom assim, ora bolas)

(E aquele matinho levantado entre as pernas dela? Está treinando para entrar para a Heavy Metal? Vai precisar de mais que isso! hahahaha)

Os equipamentos dela também estão legais! Pendendo para um lado meio (e só meio veja só, não estou dizendo "nossa diogo você desenha que nem o...) Giger. Lembra aquela série de desenhos seus que eram meio biomecanoides mesmo....

Ufa

Acho que já falei até demais

Parabéns pelo desenho Diogo!
Sua pintura digital está ficando ótima mesmo!

Luiz