segunda-feira, 10 de março de 2008

Desenho 56 ( Auto-retrato TnTema ) Devaneio 13 e 14 ( Eu...) e ( Eu 2)



Finalmente atualizando!

Por falta mais de estimulo do que tempo, fiquei sem terminar umas 5 ilustras hahaha, vou termina-las e em breve aparecerão aqui!

por hoje, mais uma para o TNTema. Auto-retrato.

e Devaneiso que são auto-retratos.

Eu....

Eu sou o meu destino
Eu sou a minha esperança
Eu sou os meus desejos
Eu sou minha abonança.

Eu sou o avesso do comum
Eu sou a cópia do que desconheço
Sou o caminho desconhecido
Sou o que sempre volta ao começo

Sou o que ama veladamente
Sou o que te deixa rosas no armário.
Eu sou o que se esconde de si mesmo
Eu sou o que se conhece no espelho
Eu sou apenas o que sou...
Não ser o que quero é o meu medo.
Não ter o que sonho é minha sina.

Eu 2

Sou estrada
Não sou estação
Sou pegadas,
Sou apenas ilusão

Não sou um porto
Sou o mar...
Eu sou o vento
Que vai te levar.

Não sou o sonho,
Sou apenas o sono,
Não sou a felicidade
Mas levo até ela...

Sou o corredor
E não o quarto ou sala
Não sou cômodo algum.

Sou o vácuo do silencio
Sou o que se cala entre seus pensamentos.

Sou o inconstante e o mutável,
Sou o que não pode ter nem desejar
Pois nada fica por mim,
Tudo passa, leva-me um pedaço...
E deixa-me ao descaso.
Sou o que proporciona amor...
E nunca, porém, é amado...

Sou transparente,
Por muitas vezes invisível,
Mostro-te o desprezível,
Convenço-te do indivisível.

Mas e você quem é?
O melhor de mim pode levar,
Eu não vou me importar.
Não peço nada em troca,
Dou o que acho que devo dar,
Por isso posso me machucar,
Você...
Talvez nem vá ligar...
Mas serei sempre a janela
Que te mostrará um belo luar.