sábado, 31 de março de 2007

Desenho 10, Camelo e Amarante. Devaneio o Vento em Homenagem


Lapis de cor em Canso.

O Vento

Olá, sou o vento,
E este é o meu lamento.
Apenas de passagem...
Sigo em frente, volto...
Nunca o mesmo, deixo-me por onde passo,
agrego outros pedaços.

Não ficarei, mas te levarei comigo,
e quando eu parecer sozinho,
lembrarei de tudo que deixou.

Seguirei novamente,
contente,
às vezes contra eu mesmo.
às vezes contra corrente,

Sou, e não sou,
Nada me prende,
Preso sou apenas o nada.
Aconteço no movimento
Morro em cada momento
Que barram o meu sonhar.

Seguirei novamente,
Preciso secar as lagrimas,
As minhas,
As suas,
Das aventuras e desventuras, .

No seu sorriso me completo
Seu ser me preenche,
Pois eu sou vazio e in-concreto.

Dou a ti o meu adeus,
Sei que não serei teu,
Preciso secar as lagrimas.

2 comentários:

Alex Cói disse...

Eles devem ter ficado felizes com essa homenagem, não..!?! Eu fico feliz em ver seus desenhos.!

Grande abraço, rapaz..!

Gabi disse...

muito bonito.... seus trabalhos!!!